Voltar

Saúde pelas estradas dos caminhoneiros

05.07.2016 | Saúde e Qualidade de Vida

Sem os caminhoneiros, a economia do Brasil não gira. São eles os responsáveis por transportar desde a matéria prima até os diversos produtos que fazem parte do dia a dia. E para cuidar desse importante público, o Instituto CCR desenvolve, desde 2002, o programa Estrada para a Saúde, que visa o cuidado com a saúde e bem estar dessa importante categoria profissional.


O programa oferece acompanhamento contínuo aos caminhoneiros, por meio de exames médicos, tratamento odontológico, além de orientações preventivas para melhoria da qualidade de vida e bem-estar.


Ao parar em uma das bases do programa pela primeira vez, o caminhoneiro precisa apenas fazer um breve cadastro, logo em seguida é encaminhado para um dos serviços oferecidos como aferição de pressão arterial; orientação sobre alimentação saudável; corte de cabelo; massagem bioenergética e nas bases fixas ainda o atendimento odontológico, tudo gratuito.


Os caminhoneiros aprovam e elogiam a ação, exemplo é Alcione Alves de Oliveira, motorista profissional há 21 anos que, apesar de morar em Campo Largo, no Paraná, faz o controle da saúde nas bases do programa durante suas viagens para São Paulo. “Frequento o programa na rodovia Castello Branco e também na Bandeirantes e posso afirmar que são meus pontos de parada obrigatórios, pois são os locais onde encontro muitos serviços como corte de cabelo e o acompanhamento para deixar a saúde em dia. Minhas paradas são praticamente semanais, a base é um lugar seguro para tomar banho, utilizar o sanitário e também descansar durante a viagem’.


Além de cuidar da saúde e do bem estar, Alcione comenta que ainda compartilha com a esposa e filhos as orientações que recebe no programa. “Sempre que passo por aqui recebo informações sobre alimentação, a importância de exercícios regulares e prevenção a diversos tipos de doenças e levo isso para minha casa, para minha família”, conta.


Alcione não é o único motorista que frequenta o programa constantemente, segundo Jean Silva, que fica na base do programa localizada na rodovia Castello Branco, 65% dos atendimentos são periódicos. “A maioria dos nossos atendimentos são de continuidade, a base é o local onde eles conseguem cuidar da saúde, higiene bucal, além de ser um lugar seguro para as paradas de descanso e onde encontram um pouco de conversa antes de seguir viagem”, comenta.


E o número de motoristas que visitam o programa pela primeira vez cresce ano a ano. Como é o caso do morador de Rondônia, Ademir Soares Martins que há 15 dias longe de casa, numa viagem para levar carga ao porto de Santos, resolveu conhecer o programa. 


“Meus colegas de trabalho comentaram sobre o Estrada para a Saúde e indicaram para eu conhecer. Fiquei muito satisfeito não só com os procedimentos, mas principalmente com o atendimento que recebi da equipe, são todos muito atenciosos. Como ficamos muito tempo fora de casa, é difícil cuidar da saúde, agendar uma consulta. Mas agora, toda vez que estiver em São Paulo para transportar alguma carga, já sei onde parar, cuidar da saúde, dos dentes e até mesmo ficar mais bonito com o cabelo cortado”, brincou.


“Além de toda atenção que temos aqui, ainda podemos contar com uma ótima estrutura, que até hoje ainda não encontrei pelas estradas do Brasil. Já percorri muitas rodovias do Brasil e é a primeira vez que recebo atendimento como esse, com o cuidado e carinho”, complementou. 


O Estrada para a Cidadania é realizado em bases fixas da CCR AutoBAn e CCR ViaOeste, nas unidades CCR MSVia, CCR NovaDutra, CCR RodoNorte, o programa é realizado em bases móveis. Somente em 2015, foram realizados mais de 27 mil atendimentos e 40 mil procedimentos.


Para conhecer ainda mais sobre o programa e a história da Catarina, caminhoneira que vive rodando o Brasil e é assídua no Estrada para a Saúde, visite nosso canal no YouTube.

 

Ademir Soares Martins aprovou o Estrada para a Saúde Ademir Soares Martins aprovou o Estrada para a Saúde
Autor: Instituto CCR