Voltar

Instituto CCR e CCR Engelog participam de conferência internacional sobre Pavimentação Asfáltica

19.06.2018 | Meio Ambiente e Segurança Viária

 

Os projetos desenvolvidos pela CCR Engelog, o Centro de Engenharia responsável pelo gerenciamento dos investimentos das Concessionárias do Grupo CCR, serão destaque na 13ª edição do International Sociey for Asphalt Pavement (ISAP), que acontece entre 19 e 22 de junho, no hotel Gran Marquise, em Fortaleza, Ceará. Esta é a primeira vez que o evento global, que acontece a cada quatro anos, será sediado no Brasil e reunirá mais de 500 profissionais e estudiosos de pavimentação.

 

Na ocasião, a empresa apresentará as novas abordagens e misturas em aplicação no País, como, por exemplo,  o asfalto morno (em inglês, Warm Mix(es) Asphalt – WMA), que é exclusiva e bem menos poluente que o material tradicional. “Os benefícios de usar o WMA são diversos e abrangem toda a instalação do produto, como a diminuição de 23% na emissão de gases do efeito estufa, do consumo de combustível e também das condições de trabalho dos colaboradores envolvidos no processo. Isto porque há diminuição de 25ºC na temperatura de produção em relação ao método convencional, protegendo-os de possíveis riscos e garantindo aos mesmos menos exposição às emissões geradas no processo”, explica o Superintendente da CCR Engelog, Wilson França.

 

Segundo o executivo, outro case de sucesso da empresa apresentado no ISAP 2018 é a reciclagem de pavimentação com resíduos de demolição. Esse método gerou uma economia de 47% na utilização de materiais virgens oriundos da exploração de pedreiras, ocasionando importantes benefícios ambientais. “A substituição dos materiais virgens pelo agregado reciclado resultaram em benefícios econômicos significativos, demonstrando que a tecnologia veio para ficar”, afirma França, que também ressalta que até o momento, o uso da tecnologia impediu que mais de 2 milhões de pneus fossem lançados no meio ambiente.

 

Por fim, há também as técnicas de reciclagem do próprio pavimento para reconstruí-lo. Através de técnicas de reaproveitamento quente ou frio, é possível reutilizar até 25% da camada removida, reinserindo o material em uma nova mistura. “Além de menos agressivos, esses materiais atendem as especificações técnicas previstas”, conclui.

 

Além dos painéis de pavimentação sustentável, outros players do mercado vão expor suas novidades para o público presente. A 13ª edição do ISAP é apoiada pelo Instituto CCR.

 

Saiba mais sobre o evento

 

A Conferência ISAP tem sido uma das maiores fontes de estado-da-arte e estado-da-prática em tecnologia asfáltica desde seu primeiro encontro em Ann Arbor, Michigan, EUA, em 1962. O evento tem periodicidade quadrienal e a 13ª edição em Fortaleza será uma oportunidade de examinar as direções futuras da indústria da pavimentação asfáltica ligada às principais questões sustentáveis, à proteção do meio ambiente, aos impactos socioeconômicos e políticos, à qualidade da infraestrutura viária e em aspectos da tecnologia, como o uso de pavimentos inteligentes.
Para o coordenador da Conferência ISAP 2018 no Brasil, Prof. Jorge Soares, da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Diretor de Inovação da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), o evento extrapola aspectos científicos e técnicos e aborda temas que tangenciam a vida das pessoas e a economia do país. “Por exemplo, esse ano será lançado pelo Governo Federal o novo método de dimensionamento de pavimentos brasileiro, uma atualização necessária ao atual, que é da década de 1960, e que não prevê tecnologias avançadas já adotadas por rodovias de muitos países e por muitas das concessionárias nacionais, como asfaltos modificados por polímeros e produzidos a temperaturas inferiores às usuais, evitando a liberação de tóxicos ao meio ambiente. Esse assunto, assim como a utilização de resíduos diversos – como a borracha de pneu moído e as cinzas oriundas de termelétricas –, e os pavimentos inteligentes, capazes de gerar energia, estão entre os temas a serem abordados nas Palestras e Mesas Redondas da ISAP, com implicação direta no cotidiano de todos que utilizam a malha viária do nosso país”, explica Jorge Soares.
 
Workshop de Aeroportos
Com a consolidação do Aeroporto Internacional de Fortaleza como um hub aéreo ampliando a ligação da capital cearense e do país com a Europa, e ainda com a recente privatização de outros aeroportos brasileiros, o tema ganhou relevância em várias instâncias. A Conferência ISAP 2018 se iniciará com o Workshop de Aeroportos (Flexible Pavement Design for Airports Using FAARFIELD 1.41), em formato de pré-conferência, ao longo do dia 18, numa promoção da Federal Aviation Administration (FAA), principal órgão mundial na área de aviação, em cooperação com a Universidade Federal do Ceará (UFC). Na ocasião, a entidade abordará os últimos avanços nos procedimentos de projeto, com ênfase em exemplos práticos de pavimentos flexíveis novos através do programa computacional FAARFIELD.
 
Durante o Workshop, as propriedades dos materiais conforme as especificações da FAA serão vistas em detalhe. Outros tópicos abrangidos no Workshop incluem: vida de projeto; fatores de dano acumulado e razão passagem/cobertura; caracterização do subleito e sub-base para projeto; uso da biblioteca de aeronaves do FAARFIELD; e interpretação de relatório de projeto.
 
Palestras e Mesas redondas
Já entre os dias 19 e 21 de junho (terça a quinta), a Conferência ISAP 2018 será realizada com programação de palestras magnas, painéis e apresentação de trabalhos, sempre das 8 horas às 19 horas. O evento receberá alguns dos maiores nomes do mundo relacionados ao tema da pavimentação asfáltica, como André Molenaar (professor da UT Delft - Holanda), Richard Kim (professor da North Carolina State University – EUA), Kim Jenkins (professor da Universidade de Stellenbosch - África do Sul), Jean-Pascal Planche (pesquisador do Western Research Institute - EUA), Hervé Di Benedetto (professor da Universidade de Lyon - França) e Manfred N Partl (pesquisador da Empa - Suíça). 
 
Nas mesas redondas, haverá discussão de temas relevantes e de impacto na vida prática. Um deles é o novo método de desenvolvimento de pavimentos no Brasil e sua implementação, comandada pelo Dr.Luís Alberto Nascimento (consultor técnico do CENPES/Petrobras). Previsto para ser colocado em prática este ano pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), o modelo atualizará a metodologia que vem sendo utilizada no país desde a década de 1960.
 
A metodologia prevê uso de tecnologias mais avançadas, além de observar as diferentes condições climáticas e considerar eventuais adversidades que possam atingir as rodovias, como trincas e deformação permanente.  A mudança terá impacto direto na qualidade das estradas do país e no consequente aumento da segurança e na possibilidade de menos mortes causadas por acidentes oriundos de problemas na pavimentação. Em outras mesas, serão vistas tendências de áreas, como pavimentos inteligentes, bem como uso de materiais para dar mais eficiência e reduzir os custos na área.
 
 
• 13ª Conferência ISAP (Sociedade Internacional de Pavimentos Asfálticos) 
Pré-Conferência: Workshop de Aeroportos
Data: 18 de junho
Local: 8h30 às 19 horas
 
Conferência
Data: de 19 a 21 de junho
Local: Hotel Gran Marquise
Horário: 08 horas às 19 horas

Estande da CCR Engelog e Instituto CCR, no ISAP Estande da CCR Engelog e Instituto CCR, no ISAP
Autor: Comunicação