Voltar

Confira os projetos selecionados no 4º edital

30.10.2019 | Institucional

Ao todo, o chamamento público recebeu 775 inscrições, em 286 municípios, e irá distribuir seu maior valor em incentivos culturais via Lei Rouanet (cerca de R$ 3,9 milhões) para ações de fomento à produção cultural de fora das grandes capitais. Cada um dos projetos escolhidos irá receber o incentivo de até R$ 300 mil.

Nesta edição, os principais temas das ações contempladas incluem a valorização da cultura afro-brasileira, democratização do acesso ao livro e resgate de expressões artísticas, como teatro, dança e música.

“É um orgulho para o Instituto CCR seguir colaborando com a democratização do acesso à cultura no País. Os editais de incentivo são importantes instrumentos para a difusão de ações culturais em diversas regiões do País, sobretudo, as que estão mais afastadas dos grandes centros”, destaca Marina Mattaraia, diretora do Instituto CCR.

Entre os selecionados está o “11º Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul – Brasil, África e Caribe”, que realiza, há 12 anos, um circuito de exibições de cinema itinerante por cidades do interior do Rio de Janeiro, com o objetivo de resgatar as tradições da cultura afro no Estado. Também com este objetivo, o “Ginga de Peito Aberto” fomenta a herança da capoeira, com aulas para crianças e jovens em Salvador, capital baiana. Já o Pimp my Carroça aposta na arte urbana como principal elemento para dar visibilidade e autoestima aos carroceiros. O projeto prevê a utilização de carroças de catadores de materiais recicláveis para espalhar mostras artísticas por cidades brasileiras.

A busca pela acessibilidade na literatura e sua função na disseminação cultural também obteve destaque entre os contemplados pelo edital, que concedeu o incentivo à Feira do Livro de Resende (FLIR), no Rio de Janeiro; para a coletânea Literatura Acessível, em Jundiaí (SP); e o projeto “Sete Mares de Histórias”, em Califórnia (PR), desenvolvido a partir da estética de contação de histórias.

O fomento de expressões artísticas clássicas como fator de disseminação cultural foi o tema com mais projetos incentivados. Em especial, foram escolhidos projetos para apresentações teatrais e manifestações circenses, como a proposta pela Cia Ballet de Câmara de Barra Mansa, no Rio de Janeiro, que busca justamente a manutenção da primeira companhia profissional de dança da cidade.

O projeto “O mundo especial de Picolé”, em Ponta Grossa, leva a cultura circense ao público do Paraná, assim como o “Circuito Estadual dos Velhos Palhaços”, em Nova Iguaçu (RJ) e o espetáculo Roda Gigante - 9 anos, que prevê apresentações que misturam técnicas teatrais, improviso, música e canto e mágica. A peça infantil Pipo e Fifi, realizada pela Cia. Truks de teatro para crianças de 5 a 10 anos de idade, e Alethea Dreams, que aborda questões pertinentes da sociedade atual, como a aceitação da autoimagem.

A música e a sua influência para a melhoria do bem-estar nas comunidades brasileiras é outro grande eixo de projetos concedidos nesta edição do edital. Os circuitos de oficinas musicais Educando pelos Caminhos da Música, de Jacareí (SP), e 3 Oficina Sol Maior - Música Instrumental, de Porto Alegre (RS), propiciam que crianças e jovens possam aprimorar suas capacidades musicais. Já as ações JAM no MAM, de Salvador (BA), Sons no Vale 2ª Edição, de Confins (MG), e Circuito Música Instrumental Visita sua Cidade, de Porto Alegre (RS), reúnem músicos experientes em memoráveis apresentações de Jazz, música instrumental e popular.

“Esses projetos também colaboram com o desenvolvimento das comunidades, movimentando a economia criativa e beneficiando os municípios do entorno das unidades de negócio administradas pelo Grupo CCR”, afirma a diretora do Instituto CCR. Confira todos os detalhes em http://www.institutoccr.com.br/editais/107193-4o-edital-instituto-ccr-de-projetos-culturais .

Divulgados os projetos selecionados no 4º edital Divulgados os projetos selecionados no 4º edital
Autor: Divulgação