Voltar

Produção cultural do interior ganha impulso com Instituto CCR

01.12.2016 | Institucional

A descentralização da produção cultural do país ganha novas possibilidades com o incentivo à criatividade no interior do Brasil. O Instituto CCR anuncia os 17 projetos selecionados em seu 1º Edital Instituto CCR – Projetos Culturais, exclusivo para produtores culturais sediados fora das capitais. Lançado em março deste ano, o Edital Instituto CCR destina R$ 2 milhões em apoio cultural do Grupo CCR para projetos culturais em 2017.

Esses projetos aprovados por uma comissão de seleção serão executados nas cidades do interior de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais. O Edital faz parte da política de responsabilidade social do Grupo CCR, gerenciada pelo Instituto CCR, entidade sem fins lucrativos, criada em 2014. O Edital marca a estreia do Instituto em uma série de investimentos em projetos sociais e de incentivo da cultura. O foco do instituto é fortalecer a atuação social das empresas do Grupo no interior, atualmente presente em cerca de 170 municípios dos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul e Bahia.

“O principal objetivo do 1º Edital Instituto CCR é promover a produção cultural descentralizada das grandes capitais e fomentar a criação artística local, movimentando a economia criativa nos municípios no entorno das Unidades de Negócio administradas pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessões em infraestrutura do mundo”, afirma o diretor presidente do Instituto CCR, Francisco Bulhões.

Os 17 projetos selecionados são sediados fora das capitais brasileiras e são aprovados pela Lei Rouanet. Abaixo, os projetos selecionados e um breve resumo:

•    Mostra Ação Cênica – Identidade e Missão, em Confins (MG) (arte e cidadania em espetáculos, oficinas e seminários gratuitos e direcionados a escolas públicas);

•    Restauração do Casarão Cultura de Arrozal, distrito de Piraí (RJ);

•    Douradinho em Casa, em Barra Mansa (RJ) (preservação de rios e matas ciliares);

•    Orquestra Sinfônica Aprendiz, de Niterói (RJ) (apoio à turnê com espetáculos gratuitos e gravação de CD);

•    Livro Diagnóstico Cultural dos Municípios da AMCG (Associação dos Municípios dos Campos Gerais), de Apucarana (PR) (identificar equipamentos culturais, grupos e artistas que atuam em 19 municípios, visando geração de trabalho e renda);

•    Incubadora de Grupos Teatrais de Tatuí (SP) (fomentar o cenário teatral por meio de atividades gratuitas);

•    Música e Cidadania em Mairinque (SP) (manutenção, continuidade e expansão das atividades da Banda Musical Conselheiro Mayrink);

•    Usina cênica - Mostra de Artes Itinerante no entorno de Botucatu (SP) (dez apresentações de oito diferentes espetáculos teatrais e duas contações de histórias);

•    Instituto Padre Haroldo (Integrarte), de Campinas (SP) (manutenção e ampliação das atividades culturais desenvolvidas pela instituição que atende crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social);

•    Espaço Cultural ACESA Capuava, de Valinhos (SP) (oficinas gratuitas de música, dança, teatro e artes plásticas para pessoas com necessidades especiais);

•    Um Reino sem Dengue, em Campinas (SP) (contação de histórias em escolas públicas para alunos entre 7 a 11 anos e encenação de peça infantil);

•    Melodias de um Sonho, em Campinas (SP) (comédia romântica que mescla arte do palhaço com modalidades circenses: mastro chinês, malabarismo, acrobacias, truques de mágica, esquetes cômicas);

•    Asas de um Sonho, em Campinas (SP) (livro infantil com imagens: estória de um menino fascinado por aviões levado por Santos Dumont em uma viagem de fantasia);

•    Ninho Musical, em Santa Barbara D'Oeste (SP) (projeto para interessados em ser músicos com idade superior a 12 anos ou iniciantes e formação de orquestra);

•    Dom Quixote entre Cartas, em Itu (SP) (espetáculo lítero-musical interativo, com sessão de leitura e música ao vivo);

•    Festival Cultural Conexão Social – 1ª edição, em Campinas (SP) (divulgação da arte de rua, como o teatro, a dança, o circo, a música, o cinema de animação e o grafite);

•    Era Outra Vez: teatro e literatura infantil, em Campinas (SP) (peça de teatro infantil sobre a importância dos clássicos universais da literatura infantil no desenvolvimento dos hábitos de leitura na infância).

Mais detalhes de cada um dos projetos e dos produtores selecionados em  www.institutoccr.com.br/editais.

1º Edital Instituto CCR seleciona 17 projetos 1º Edital Instituto CCR seleciona 17 projetos
Autor: Instituto CCR