Voltar

Saiba mais sobre a metodologia do Programa Caminhos para a Cidadania

20.06.2018 | Educação e Cidadania

O Programa Caminhos para a Cidadania foi criado em 2002 e, desde então, já beneficiou mais de 2 milhões de estudantes de 4º e 5º anos do ensino fundamental das redes públicas de ensino, com a ajuda de cem mil educadores, no Rio de Janeiro, em São Paulo e no Paraná.

Para cumprir a missão de formar cidadãos e motoristas mais conscientes no trânsito, a iniciativa tem como base a aprendizagem significativa. Trata-se de uma metodologia de ensino, desenvolvida nos anos 70 pelo psicólogo norte-americano David Ausubel. Ela parte do pressuposto de que, para o aluno aprender e gravar uma informação, é preciso estabelecer uma conexão com algo que ele já sabe. 

“Ou seja, o aprendizado é individual e melhor fixado, uma vez que está relacionado a algo que faz sentido para o aluno”, conta a gestora do Instituto CCR e mestra em Educação, Marina Mattaraia.

O programa também tem como base a teoria das inteligências múltiplas, do psicólogo cognitivo e educacional norte-americano Howard Gardner. Segundo essa metodologia, todo aluno conta com múltiplas inteligências que precisam ser estimuladas no ambiente escolar para serem desenvolvidas.

Aplicação transversal

Para tornar isso possível, o material didático de apoio da iniciativa, que é disponibilizado aos professores, conta com atividades que podem ser aplicadas em matérias do currículo escolar padrão, como língua portuguesa, matemática e geografia.

“Dessa forma, não é preciso ter uma aula específica voltada ao trânsito ou à cidadania. Ao ensinar geometria para uma criança, você pode utilizar um exercício do material didático que pergunta ao aluno em quantos graus seu pai deve estacionar o carro, por exemplo. Assim, o professor tem a possibilidade de inserir o conteúdo pertinente ao programa em diversas matérias”, explica Marina. 

Marina lembra que o Programa Caminhos para a Cidadania trabalha com crianças de 4º e 5º anos, pois nessa época elas já possuem a escrita desenvolvida e um raciocínio lógico estruturado.

“Esse é o momento ideal para começarem a aprender o conceito de cidadania e de educação para o trânsito e o desenvolvimento”, conclui.  

 

Programa Caminhos para a Cidadania Programa Caminhos para a Cidadania
Autor: Divulgação