Voltar

Meio ambiente sempre em alta no programa Caminhos para a Cidadania

05.06.2017 | Educação e Cidadania

O programa Caminhos para a Cidadania, do Instituto CCR, é uma ação socioeducacional que surgiu em 2002, com foco em segurança no trânsito, mobilidade urbana, meio ambiente e cidadania.
O tema meio ambiente é trabalhado no 5º ano do ensino fundamental e, ao longo de 2017, envolve 161 mil alunos e 8 mil professores, com o objetivo de promover a preservação da natureza por meio da conscientização e da mudança de comportamentos dos atores envolvidos nesse processo.
Há pouco tempo, o livro didático passou por uma renovação. O foco principal desse novo material é promover comportamentos e valores seguros, éticos, sustentáveis e que favoreçam a preservação do meio ambiente. A proposta aplicada é fundamentada a partir de um modelo de caráter transdisciplinar, que se integra aos programas escolares criando espaços de interlocução e de aprendizagem condizentes com a realidade externa à da sala de aula.
Com o auxílio dos personagens Lucas e Luiza, o livro apresenta histórias que fazem parte do dia a dia de crianças da faixa etária dos alunos do 5º ano.
Cada história comporta uma série de exercícios que trabalham as inteligências múltiplas, fazendo com que os alunos pratiquem não só o aprendizado sobre o conteúdo do capítulo, como também façam associações com outras disciplinas e temas da realidade. Há, por exemplo, exercícios que incentivam a pesquisa e a reflexão, conversa com a família sobre os hábitos relacionados aos cuidados com o meio, análises de letras de músicas, entre outros.
“O conteúdo do novo livro contribuirá para que os alunos possam colocar em prática ações sustentáveis e preservar o meio ambiente também fora das salas de aula, em seu cotidiano, ao lado de familiares e amigos. É mais uma forma de incentivá-los a continuar como multiplicadores”, destaca Ariane Telles, coordenadora do programa.
O material didático pode ser acessado pelo site do programa (clique aqui). Também no site, os professores contam com um material extra que contém mais dicas para a aplicação dos conteúdos. Vale lembrar, ainda, que eles também participam de encontros temáticos que têm o objetivo de capacitá-los de forma dinâmica para que inovem em sala de aula.