Voltar

Programa Caminhos para a Cidadania atua para a formação do futuro motorista

05.07.2016 | Educação e Cidadania

Dia 25 de julho é o dia do Motorista, uma data para ser comemorada com as reduções no número de mortes no trânsito e principalmente um momento para reflexão sobre a segurança neste ambiente. Para o Grupo CCR, o assunto é primordial e constantemente trabalhado em campanhas educativas e programas desenvolvidos pelo Instituto CCR.


Entre as diversas ações realizadas está o Caminhos para a Cidadania, ação socioeducacional que desenvolve os temas segurança no trânsito, meio ambiente e cidadania com alunos dos 4º e 5º anos da rede municipal dos municípios lindeiros às rodovias onde a companhia tem ação.


Além de trabalhar diretamente com os alunos e ajudar para a formação de futuros motoristas mais conscientes, o programa atua diretamente com os atuais motoristas, por meio de blitzes realizadas com os jovens estudantes no decorrer do ano letivo.


Durante a ação, as crianças abordam os usuários em postos de serviços localizados à beira de rodovias ou nos municípios lindeiros para orientações sobre trânsito e meio ambiente. E, em comemoração ao mês em que se celebra o Dia do Meio Ambiente, os alunos que participam do programa são os responsáveis por divulgar a ação “Todos Contra o Aeges Aegypti”, que oferece dicas sobre prevenção contra o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.


Entre os participantes, estão os alunos do 5º ano da EMEB Professora Antonio do Canto e Silva Cordeiro, do município de Vinhedo, que promoveram a ação no posto Graal do km 67 da rodovia dos Bandeirantes.


Para a professora Maria Aparecida Vettorazzo, a ação é uma atividade diferenciada que fica marcada na lembrança dos alunos. “De maneira lúdica e divertida os alunos aprendem e multiplicam o conhecimento aprendido em sala de aula, seja sobre trânsito ou meio ambiente. A vivência fora da sala de aula é importante para o melhor entendimento sobre o assunto”, afirma.


Os alunos Paulo André Rocha Soares e Bruno Tromsens confirmam a expectativa da docente sobre a multiplicação e absorção do conteúdo. Eles aprovaram a saída da sala de aula para abordar os motoristas e comentaram que, em casa, são os responsáveis por alertar os familiares sobre como não deixar locais propícios para a procriação do mosquito. “Estamos lembrando os motoristas que jogar lixo na rodovia é perigoso, pois o material descartado pode ser usado pelo Aedes para reprodução, porque ele gosta de água parada. Em casa sempre ajudamos a colocar terra nos pratos das plantas e não deixamos nenhum recipiente que possa acumular água”, contaram os jovens estudantes.

A ação também teve ótima aceitação pelos usuários das rodovias. Abordado pelos alunos durante o blitz, o caminhoneiro David Oliveira, ouviu atentamente às orientações passadas. “A abordagem das crianças foi rápida, mas muito instrutiva, pois eles explicaram como prevenir o mosquito transmissor da dengue. A ação é muito interessante, pois incentiva a conscientização dos alunos e alerta os motoristas”, comentou David.

Para saber mais sobre o programa Caminhos para a Cidadania acesse o site: www.caminhosparaacidadania.com.br

 

Alunos do 5º ano da EMEB Professora Antonio do Canto e Silva Cordeiro, do município de Vinhedo Alunos do 5º ano da EMEB Professora Antonio do Canto e Silva Cordeiro, do município de Vinhedo
Autor: Instituto CCR