Voltar

'Teatro a Bordo' chega a Buri na próxima segunda-feira, dia 27

27.05.2019 | Cultura e Esporte

O Ministério da Cidadania e o Instituto CCR levam o “Teatro a Bordo” para Buri, nos dias 27 e 28 de maio. 
O caminhão-palco, que conta ainda com uma tenda para abrigar a plateia, banquinhos, equipamentos de som e sistema de luz abastecido com eletricidade solar, chega ao município com o apoio da CCR SPVias, empresa fiscalizada pela ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), para apresentações na Praça 9 de Julho (Praça Da Matriz). 
Durante a permanência em Buri, o Teatro a Bordo realizará atividades gratuitas, como oficinas educativas, visitas às escolas, cortejos, peças de teatro e apresentações de artistas locais. 
Em 2019, a trupe de artistas do Teatro a Bordo criou seu novo espetáculo: ‘Caixola de Histórias’, utilizando as técnicas do teatro de animação, sombras,  música ao vivo e o improviso tradicional da commedia dell’arte para encenar pequenas histórias que retratam o misticismo indígena, a resistência do povo,  a força da natureza e a alegria das festas populares.


Programação:


As atividades não se restringem apenas ao local onde o contêiner-palco estaciona. Assim como faz o circo em sua chegança, os artistas realizam cortejos pela cidade e intervenções nas escolas públicas um dia antes, com brincadeiras e informações sobre a programação, além de atividades formativas com crianças e educadores. Depois, o contêiner se transforma em palco para as apresentações gratuitas e abertas ao público. 


SERVIÇO


BURI | Praça 9 de Julho (Praça Da Matriz) - Centro

Dia 27 de maio - segunda-feira (A chegança dos artistas)
8h30 às 13h00 -  Cortejo de Chegança dos Crtistas nas Escolas Municipais  “Jonas Pires” e no “Conjunto São João”;
14h às 16h- Oficina “Confecção de Bonecos Brincantes” na Escola Municipal “Jonas Pires”;
14h - Oficina de Contação de Histórias* no Centro Comunitário (Rua Jovino Antunes Moreira, sem número - Em frente à Secretaria de Educação). 

*Quem tiver interesse em participar da Oficina de Contação de Histórias precisa enviar um e-mail com nome e telefone para oficina@teatroabordo.com.br (idade mínima de 18 anos).

Dia 28 De Maio - Terça-Feira (Apresentações Na Praça)
11h -  Cortejo de Chegança dos Artistas pela Rua Cel. Licínio;
15h30 - Teatro “Sessão Solene - A Princesa e o Gigante”;
18h - Apresentações dos Artistas da Cidade;
(Fernanda Geraldino com Dança de Roda e Zenílson Moraes com Roda De Viola)
19h - Sessão de Vídeo;
19h30 - Teatro “Caixola De Histórias”.

SINOPSES


CORTEJO DE CHEGANÇA 
A caravana do Teatro a Bordo se reúne na praça da cidade com sua trupe de artistas e faz um cortejo pelas escolas e ruas da cidade para convidar o público a participar das jornadas de atividades gratuitas.
 
OFICINA DE CONFECÇÃO DE BONECOS BRINCANTES
De maneira descontraída, os oficineiros ensinam como fazer um boneco brincante de forma artesanal, utilizando materiais recicláveis como papelão, tampinhas de garrafa plástica, além de cordas e tecidos. Ao final, uma história coletiva com os bonecos confeccionados será criada e encenada junto a todos os participantes da oficina.

OFICINA DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Para registrar o imaginário popular local, captar ideias, fatos, histórias e personagens, os educadores e artistas da cidade são convidados a participar de uma oficina de contação de histórias com os atores do espetáculo. Ao final, serão selecionadas cenas e personagens que farão parte do espetáculo a ser apresentado na praça. Quem tiver interesse em participar da Oficina de Contação de Histórias  precisa enviar um e-mail com nome e telefone para oficina@teatroabordo.com.br  (idade mínima de 18 anos).

SESSÃO SOLENE - A PRINCESA E O GIGANTE
Espetáculo de Teatro. Duração de 50min.
Dois amigos divertem a plateia com fatos e personagens do imaginário popular e contam a saga de uma princesa que encontrou um gigante. Com Douglas Zanovelli e Leo Porto.

CAIXOLA DE HISTÓRIAS
Espetáculo de teatro. Duração de 60min. 
Exaltando a cultura de todas as regiões do Brasil, uma caixa de aço mágica se revela uma personagem dotada de memória. Com a ajuda de uma trupe de artistas, esta Caixola passeia por suas histórias e precisa ‘abocanhar’ um conto local para seguir viagem. Com Cida Cunha, Douglas Zanovelli, Edivaldo Costa, Juliana Lima e Leo Porto.


Sobre o Instituto CCR: Completando 5 anos em 2019, o Instituto CCR é uma entidade privada sem fins lucrativos que nasceu com o objetivo de estruturar a gestão de projetos de Responsabilidade Social apoiados há mais de 15 anos pelo Grupo CCR. Por meio do Instituto CCR são viabilizados projetos com recursos próprios da companhia e oriundos de leis de incentivo, com foco prioritário em quatro áreas: Cultura e Esporte; Educação e Cidadania; Meio Ambiente e Segurança Viária; Saúde e Qualidade de Vida. Comprometido com o desenvolvimento sustentável, socioeconômico e cultural nas regiões onde atua, o Grupo CCR se orgulha de ter levado cerca de 600 projetos para mais de 150 cidades no Brasil e no exterior, que, desde 2003, já beneficiaram 10,7 milhões de pessoas com investimentos de R$ 291 milhões em projetos estruturados. Saiba mais em www.institutoccr.com.br.
Sobre a CCR SPVias: A CCR SPVias opera uma das maiores malhas rodoviárias do Estado de São Paulo, com 516 quilômetros de rodovias que ligam os municípios de Tatuí, Espirito Santo do Turvo, Araçoiaba da Serra, Itapetininga, Avaré, Itaí, Capão Bonito e Itararé. Fazem parte do sistema as rodovias Castello Branco (km 129 ao 315), Raposo Tavares (km 115 ao 168) João Mellão (km 237 ao 288), Francisco Alves Negrão (km 222 ao 342), Antonio Romano Schincariol e Francisco da Silva Pontes (km 105 ao 213).
Sobre o Grupo CCR: Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das cinco maiores companhias de concessões de infraestrutura da América Latina, sendo considerada a líder do segmento de concessões no Brasil com 19% do controle das rodovias sob gestão da iniciativa privada. Tendo o pioneirismo e a inovação como marcas, a CCR criou em 2018 quatro núcleos de atuação independentes que agrupam unidades de negócios por temas afins. São eles: CCR Lam Vias, CCR Infra SP, CCR Aeroportos e CCR Mobilidade. As empresas são responsáveis por gerir os atuais negócios da companhia, além de desenvolver e pesquisar novas oportunidades no mercado primário e secundário, dentro e fora do Brasil. Foi o primeiro a ingressar no Novo Mercado da B3 (antiga BM&FBovespa) e conta com as mais rígidas práticas de governança corporativa desde a sua fundação, as quais estão reunidas no Programa de Integridade e Conformidade da Companhia. Presente, por meio de suas empresas, nos Estados Unidos, em Curaçao, no Equador e na Costa Rica, além do Brasil, a CCR conta com mais de 13 mil colaboradores e se orgulha em contribuir, diariamente, para uma sociedade com mais infraestrutura, segurança, conforto e qualidade de vida para milhões de cidadãos mundo afora.