Voltar

Primeiro Edital Instituto CCR Projetos Culturais

Seja bem-vindo ao 1° Edital do Instituto CCR!

Criado em 2014, o Instituto passou a coordenar todas as ações e projetos sociais culturais apoiados pelo Grupo CCR. E, agora, em 2016, lança seu primeiro edital que é direcionado aos municípios e proponentes das regiões onde o Grupo CCR atua. Proponentes de mais de 170 (cento e setenta) municípios nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul e Bahia poderão participar.

O Instituto CCR avaliará somente os projetos que atendam a todos os critérios presentes neste Edital.

Veja abaixo alguns dos requisitos para participar do edital:

•    Período de inscrição de projetos: Das 10h00 (horário de Brasília) do dia 09 de março de 2016 até às 23h59 (horário de Brasília) do dia 17 de abril de 2016;

•    Os projetos escolhidos serão patrocinados com o montante de até R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) cada. Não é obrigatório que o patrocínio chegue a este valor, sendo este o limite estabelecido. 

•    O proponente é o único e exclusivo responsável pela captação do restante dos recursos necessários para a realização de seu projeto;

•    Serão avaliados apenas projetos que, até o dia 29 de fevereiro de 2016, já estejam aprovados na Lei Rouanet artigo 18 e publicados no Diário Oficial da União;

•    Podem se inscrever apenas projetos apresentados por proponentes que tenham CNPJ matriz registrado nas cidades listadas (vide download). Não serão aceitas inscrições de projetos que aconteçam nas cidades listadas, mas que os proponentes estejam sediados em outros municípios não citados;

•    Não serão aceitas inscrições de proponentes registrados nas cidades listadas (vide download), mas que queiram realizar projetos em municípios não previstos neste edital;

•    Os proponentes patrocinados comprometem-se a não incluir entre os demais patrocinadores do projeto empresas concorrentes diretas ou indiretas ao Grupo CCR, bem como empresas ligadas ao ramo de bebidas alcoólicas, jogos de azar e fumígeros;

Não serão analisados projetos que estejam em desacordo com as exigências e condições estabelecidas neste edital. Faça o download abaixo do regulamento completo para participação.


Boa sorte!

Confira abaixo os projetos selecionados para este edital

Publicação do Livro com o diagnóstico Cultural do municípios da Associação dos Municípios dos Campos Gerais

O Diagnóstico Cultural proposto neste projeto abrangerá os 19 municípios integrantes da região metropolitana de Apucarana, e foi aprovado pelo Ministério da Cultura no Programa Nacional de Apoio à Cultura – PRONAC nº 154538, e publicado no D.O.U. de 26.10.2015, e prorrogado no D.O.U. do dia 05.01.2016, no art. 18, concedendo às empresas patrocinadoras 100% de retorno do valor investido no projeto. O diagnóstico irá identificar os equipamentos culturais, grupos e artistas que atuam nestes municípios, bem como o potencial de mobilização de empresas, ONG´s e demais instituições que fazem interface com o setor cultural, visando criar oportunidades de geração de trabalho e renda para esses públicos. O Objetivo de projeto é publicar um livro com 1.000 exemplares. Os instrumentos de pesquisa preveem a obtenção de dados acerca do potencial para a proposição de ações, tanto pelo poder público local, quanto por empresas/Entidades, para preservar e impulsionar o mercado cultural regional. O resultado, portanto, subsidiará prefeitos, secretários de cultura, vereadores, deputados e senadores na elaboração de projetos para editais e programas dos Ministérios e Secretarias da Cultura, Turismo, Meio Ambiente, Cidades, Justiça, Saúde entre outros. Nesta proposta, a realização do Diagnostico Cultural da região dos campos gerais se dará em 2 fases: 1ª fase Pesquisas: Coleta de dados nos 19 municípios integrantes da Região da AMCG.: A metodologia prevê a aplicação de 09 tipos de questionários em cada município; 1) Comunidade; 2) Grupos Artísticos; 3) ONG`s e Associações; 4) Artistas (solo); 5) Empresas; 6) Secretaria Municipal de Cultura; 7) Escolas de artes; 8) Igrejas 9) Escolas municipais e Colégios. 2ª Fase Edição de um LIVRO com 1000 exemplares. RELAÇÃO DOS MUNICÍPIOS: Os 11 Municípios que serão patrocinadores pela CCR RODONORTE Carambeí, Castro, Imbaú, Ipiranga, Jaguariaíva, Ortigueira, Palmeira, Piraí do Sul, Ponta Grossa, Sengés e Tibagi. Os outros 08 municípios serão patrocinados pela COPEL: Arapoti, Curiúva, Ivaí, Porto Amazonas, Reserva, São João do Triunfo, Telêmaco Borba e Ventania.

Saiba mais

Orquestra Sinfônica Aprendiz

Proposta para manutenção da estrutura pedagógica e administrativa da Orquestra Sinfônica Aprendiz (OSA) na cidade de Niterói-RJ por seis meses (janeiro a junho de 2017), somada à realização de turnê de concertos gratuitos e gravação do primeiro CD do grupo. A OSA é composta por 40 jovens instrumentistas com idades entre 14 e 24 anos, na maioria oriundos do ‘Programa Aprendiz – Música na Escola’, projeto sociocultural de musicalização infanto-juvenil que há 15 anos atua na cidade (www.aprendizmusica.com.br). Ao integrarem a OSA nossos alunos têm a oportunidade de aprofundar o estudo de instrumentos musicais, experimentar a prática em conjunto, participar de concertos e recitais (tocando e assistindo), ter aulas de teoria e percepção musical e ainda formar conjuntos de música de câmara – tudo gratuito e voltado para pessoas de comunidades periféricas e de baixa renda. As ações aqui propostas serão realizadas em dois eixos: capacitação/qualificação e difusão/ divulgação. O objetivo central é ampliar as perspectivas educacionais e culturais das crianças e adolescentes atendidos pelo ‘Programa Aprendiz – Música na Escola’, em especial os participantes da Orquestra Sinfônica Aprendiz. Com este projeto buscamos valorizar e promover o empenho destes jovens, auxiliando na suas formações artístico-culturais e ainda oferecendo uma programação musical de qualidade para a população de quatro municípios vizinhos. Com suporte da CCR propomos realizar uma turnê da OSA pelos municípios de Araruama, Saquarema, Iguaba Grande e Cabo Frio, com pelo menos duas apresentações em cada local. Originalmente o projeto prevê a série ‘Concertos nas Escolas’, mas a fim de beneficiar as comunidades locais estamos sugerindo que em cada cidade aconteça um concerto dentro de uma unidade escolar e uma segunda apresentação em um auditório ou teatro, sempre com entrada gratuita. Os municípios citados são sugestões e nós estamos abertos a alterações conforme interesse da CCR. Com esta verba também gostaríamos de gravar o 1o CD da Orquestra Sinfônica Aprendiz, um registro muito preciso para o jovens e para toda a equipe envolvida no Programa. Desde sua fundação em 2007 a OSA nunca teve um álbum gravado e por isso carece de material de promoção/documentação a altura da maturidade técnica e artística que já alcançou. Propomos tiragem inicial de 1000 unidades, com retorno de 10% para a CCR e distribuição de 30% para outras instituições (como bibliotecas, escolas e centros culturais). Por fim, o patrocínio da CCR auxiliará, por seis meses, a manutenção da OSA com custeio de auxiliares de maestro, preparador de naipe e bolsa-auxílio para os jovens músicos, dentre outros elementos. A proposta inclui a promoção de duas idas a concertos profissionais para que nossos alunos tenham ótimas referências complementares, bem como o registro videográfico do projeto como um todo.

Saiba mais

ESPAÇO CULTURAL E III MOSTRA AÇÃO CÊNICA

ESPAÇO CULTURAL E III MOSTRA AÇÃO CÊNICA – BOCA A BOCA “TRADIÇÃO E MEMÓRIA DE CONFINS” - MANUTENÇÃO DE ESPAÇO CULTURAL E MOSTRA COM Teatro – dança – circo – artesanato – cultura popular (boi da manta, capoeira, quadrilha, contação de histórias) – artes visuais – cinema - exposição, seminários e oficinas – Artes Integradas. MOSTRA AÇÃO CÊNICA – CULTURA, ARTE, CIDADANIA O Projeto Mostra Ação Cênica – Identidade e Missão O Projeto Mostra Ação Cênica, é um trabalho da Companhia que contempla sua MISSÃO de promover Cultura, Arte e Cidadania, colocando em cena estas três frentes que veem garantido sua continuidade e seu fortalecimento. Todas as ações são gratuitas à toda a população e também realiza atividades direcionadas as escolas públicas da rede municipal e estadual com uma programação de espetáculos, oficinas, seminários e palestras, com fácil acesso e acessibilidade. A Associação Cultural, busca junto as parcerias através das Leis de Incentivo Federal, Estadual e Municipal, legitimar sua produção na Cidade de Confins, para atender suas demandas e preencher a lacuna por falta de equipamentos culturais e ações sociais através da arte e da cultura. O Projeto Mostra Ação Cênica, proposto pela Associação Cultural Cia. Produz Ação Cênicas receberá toda a população de Confins e região difundindo o trabalho realizado através do teatro de grupo de Minas Gerais com atividades nos segmentos de Teatro, Dança, Música, Artesanato, Literatura, cinema, Artes Plásticas, propondo Integração das Artes. O Projeto Mostra Ação Cênica e Manutenção será a terceira Edição de produção do Evento, sendo realizado em sua segunda edição em Confins, onde está sediada desde 2012. Em Confins, a Companhia realizou a montagem da peça curta “A Cidade e a Família”, em 2013, em parceria com a Secretaria de Assistência Social. A peça levou o grupo a criar a “Mostra de Arte de Confins” em parceria com outros artistas locais e com a Secretaria de Cultura e Turismo onde coordenou três edições nos anos de 2013, 2014, e 2015. Buscando contemplar nossa MISSÃO de valorização da Cultura, da Arte e Cidadania, a Associação participou, nestes últimos cinco anos de atuação em Confins, se capacitou através do Programa de Capacitação de Desenvolvimento Institucional, promovido para as organizações não governamentais do Vetor Norte pela ONG Conviver Social. O Programa foi realizado no período de abril de 2014 a abril de 2016. Nesses dois anos de participação no programa se estruturou de forma administrativa e artística para garantir com mais clareza as três frentes que se propôs atuar. Esta nova estruturação administrativa tem possibilitando alinhar parcerias para realizar sua estruturação física para alicerçar seu espaço próprio e amplo permitindo o apoderamento de seu público neste espaço que será acolhedor, multiplicador e transformador. AÇÃO CULTURAL A Associação Cultural atua em ações de formação, pesquisa, produção, montagem e circulação de atividades artísticas nos segmentos de artes cênicas, arte visual, artesanato, música, literatura, gestão cultural e cultura popular para toda população de Confins e região metropolitana. Atuando em salas de teatro, ruas, escolas, projetos sociais, espaços alternativos, realizando e participando de festivais, mostra e eventos culturais. A Companhia, através da realização de seus projetos, vem buscando manter sua sede própria para ampliar suas ações e possibilitar a demanda solicitada pelo seu público: criar mecanismos para fomentar a participação do cidadão e acesso aos bens culturais; criar mecanismos de formação artística para a população de baixa renda; desenvolver ações de formação de público; criar mecanismos para fomentar as comunidades, valorizando a cultura local. Nossa MISSÂO se afirmar pela experiência vivenciada pelos seus integrantes em trabalho de mobilização social em comunidades, hospitais públicos e ações direcionadas por projetos culturais com um trabalho de inclusão social e geração de renda. Esta visão da Companhia traz a reflexão sobre o papel da arte na sociedade, como a participação do cidadão e a garantia do acesso à bens culturais. AÇÃO SOCIAL As atividades desenvolvidas têm como foco a geração de renda, qualificação e formação profissional, cidadania e fortalecimento de vínculos comunitários. Entre as atividades realizadas destacamos atuação de oficinas artística – Arte Cidadã, apresentações gratuitas de espetáculos teatrais com debates sobre os temas abordados, e seminários trançado ideias sobre temas recorrentes para discussão do papel da cultura na sociedade. Por isso, em todos os seus projetos apresenta-se como meta a participação do cidadão e o acesso aos bens culturais e formação artística para a população de baixa renda. AÇÃO ARTISTICA Nesta frente tem possibilitado a qualificação dos profissionais artistas e técnicos que atuam em eventos e espetáculos da Companhia. Produção e continuidade dos espetáculos, Mostras Arte, Seminário Trançando Ideias, e circulação no estado de Minas Gerais e no Brasil, participando de temporadas e Festivais. Pesquisa e registro histórico sobre diversos segmentos artísticos e também a produção de vídeo e cinema, que amplia os valores de reconhecimento da arte, da cultura, fortalecendo o trabalho da Companhia. Edições I Mostra Ação Cênica A primeira edição da “Mostra Ação Cênica” aconteceu no segundo semestre de 2011 em Belo Horizontes, quando a Companhia ainda estava sediada no Bairro Floresta, na capital. II Mostra Ação Cênica A segunda Mostra Ação Cênica – Edição Boca a Boca realizada entre fevereiro e maio de 2016, irá permitir uma produção de atividades artísticas necessária para Confins, oferecendo acessibilidade para toda a população e atendendo também escolas públicas da rede municipal e estadual com uma programação de espetáculos, oficinas, seminários e palestras, todas atividades com entrada franca. A Cia busca, junto a essa parceria do Fundo Estadual, legitimar sua produção na Cidade de Confins. III Mostra Ação Cênica A Terceira Mostra Ação Cênica – Manutenção será realizada entre setembro de 2016 a agosto de 2017, com uma produção de atividades artísticas necessária para Confins, oferecendo acessibilidade para toda a população e atendendo também escolas públicas da rede municipal e estadual com uma programação de espetáculos, oficinas, seminários e palestras, todas atividades com entrada franca. A Cia busca, junto a essa parceria da Lei Federal de Incentivo Á Cultura, legitimar sua produção que pela primeira vez receberá um projeto cultural desse porte, implantando mecanismos e difundindo o trabalho realizado pela cultura e a arte em Minas Gerais. Apresentação ESPAÇO CULTURAL E III MOSTRA AÇÃO CÊNICA – BOCA A BOCA “TRADIÇÃO E MEMÓRIA DE CONFINS” - Esta proposta da Associação Cultura Companhia Produz Ação Cênica sediada na cidade de Confins desde 2012, irá desenvolver atividades em parceria com diversos grupos sociais e culturais com o objetivo de criar laços mais afetivos com a comunidade local e região. Este projeto foi idealizado especificamente por uma causa sociocultural justa e emergente, vislumbramos esse aporte para dar o primeiro passo da implantação dos mecanismos para criação do primeiro espaço cultural na cidade para atender toda a população com atividades artística para agregar valores transformadores, pois todas as ações serão conduzidas para crianças, jovens e adultos que estarão sendo acompanhada com atividades de lazer, capacitação, formação contribuindo assim com as mudanças de comportamento e resgatando valores importantes para o convívio social. O projeto vai de encontro as políticas públicas de promoção CULTURAL, ARTE E CIDADANIA e pretendemos com esta ação resultados mais eficazes por estar focado em atender os coletivos dos grupos sociais e as famílias de baixa renda buscando prevenção para a criança, juventude e adultos de vulnerabilidade social para que não tornamos adolescentes e jovens mais vulneráveis. O projeto será coordenado por núcleo de profissionais com experiência na área Cultural e Social, e irá inserir a atuação da Associação em um espaço amplo, pois a participação da população ainda é restrita, por dependermos de espaço cedidos por outros parceiros. O projeto propõe com estes recursos a criação e estruturação do novo espaço permitirá realizar uma programação cultural e social para fortalecer os laços com a comunidade da cidade de Confins. Confins é uma cidade que tem hoje mais de 7 mil habitantes, com grande riqueza na área de paleontologia, grutas, lagoas e também por um movimento cultural popular vivo (artesanato, pintura, música, boi da manta, capoeira, teatro, dança, circo etc) e ainda um lugar que atende um grande turismo ecológico. Todas as ações deste projeto serão evidenciadas, na III Mostra Ação Cênica e participação na Mostra de Arte de Confins, com a participação dos artistas locais, que serão capacitados e qualificados durante a execução do projeto, neste novo espaço Cultural dentro da Mostra Ação Cênica. Outro fator importante da urgência da implantação deste espaço Cultural, com a participação através destes recursos da Lei Hounert é a criação de um espaço multicultural nesta região chamada de VETOR NORTE e já sinalizada como a primeira “AEROPTOPOLE” do país.

Saiba mais